Variedades

Especialistas dá 9 dicas básicas e fundamentais para a saúde capilar

A tricologista Viviane Coutinho elencou recomendações importantes para adotarmos no dia a dia


Seja qual for o seu tipo de cabelo, para ter fios bonitos e o couro cabeludo saudável, é importante seguir uma série de recomendações básicas. Por essa razão, a tricologista Viviane Coutinho, professora da Academia Brasileira de Tricologia, separou 9 dicas importantes para você ter no dia a dia. 

 

1- Aplicar o shampoo no couro cabeludo

O shampoo é para ser usado no couro cabeludo, que precisa ser limpo. O enxágue irá limpar posteriormente o fio

 

2- Não lavar os cabelos com água quente

Isto agride o couro cabeludo, que produz mais oleosidade para se defender e pode provocar dermatite seborreica, além de ressecar os fios, que ficam ásperos. Uma dica é tomar banho primeiro e depois lavar o cabelo com água morna afastando o corpo da ducha.

 

3- Ter uma boa noite de sono

Um dos hormônios liberados com o sono é a melatonina, que tem propriedades que beneficiam o crescimento capilar, impulsionando a área do bulbo. É antagonista do DHT, hormônio ligado a um tipo de queda de cabelo herdada geneticamente, além de atuar em células produtoras de queratina

 

4- Ter uma alimentação mais saudável

Os nossos sistemas corporais são interligados. É necessário o equilíbrio em todos eles para manter a saúde. Como os fios são anexos do corpo, nosso estoque de nutrientes precisa estar em alta para que eles recebam os nutrientes só após nossos órgãos vitais receberem

 

5- Praticar atividades físicas

Atividades físicas aumentam oxigenação e circulação, o que favorece a chegada de nutrientes para os cabelos

 

6- Fazer tratamentos pré e pós-química

Preparar o cabelo para química é fundamental para evitar maiores danos. E repor, após perda de algumas propriedades, é essencial para manter os fios saudáveis

 

7- Escolher pentes e escovas de acordo com o nosso tipo de cabelo

Usar as escovas e pentes respeitando nosso tipo de cabelo ameniza quebra e facilita a penteabilidade

 

8- Não dormir com os cabelos úmidos

Quando dormimos ou prendemos os cabelos úmidos, cresce as chances de proliferação de fungos e bactérias, aumentando chances de possíveis inflamações

 

9- Não fazer grandes tensões em penteados

Tensões e em tempos prolongados e repetitivos podem nos causar perda capilar, que se não tratada ou insistida pode ser irreversível.