Política

Em Jundiaí, uma única mulher foi eleita para a Câmara Municipal

Quézia de Lucca, Madson Henrique, Daniel Lemos, Val de Freitas e Dr. Kachan Jr são os novos nomes


Quézia de Lucca, na foto com Luiz Fernando, é a única mulher eleita

As eleições municipais em todo país têm uma característica própria, a rivalidade das campanhas nas ruas, a disputa acirrada voto a voto, tanto para a escolha do prefeito como da composição de vereadores para as cadeiras do Legislativo. E depois de pouco mais de um mês de campanha, em todas as cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí, neste último domingo (15), foram definidas as cadeiras para serem ocupadas pelos vereadores nos próximos quatro anos.

Em Jundiaí, foram mais de 314 mil eleitores para definir prefeito (Luiz Fernando Machado, reeleito) e 460 aspirantes a uma das 19 cadeiras de vereador.

O panorama da nova composição da Câmara de Vereadores não mudou muito em relação ao que se apresenta. Apenas cinco novos nomes figuram após esta eleição. 14 atuais vereadores foram reeleitos. O vereador mais votado foi Albino, do PL, com 7.345 votos. Em segundo lugar, Edicarlos Vieira Vetor Oeste, do PP, com 5.439 votos. Em terceiro o popular Dika Xique Xique, do PL, com 4.662 votos. Depois, fora da ordem de mais votados, seguem outros nomes bem conhecidos do público: Cristiano Lopes (PP), 3.553 votos, Faouaz Taha (PSDB), com 3.351, Romildo Antonio (PL), 3.348 votos, Paulo Sérgio Delegado (PSDB), 2.775,  Pastor Roberto Conde (Republicanos), 2.583 votos, Leandro Palmarini Bicho Legal (PL), com 2.411, Rogério (DEM), 2.358,  Douglas Medeiros (PSDB), 2.347, Márcio Cabeleireiro (PP), com 2.194 votos, Marcelo Gastaldo (PTB), 2.109 e Cícero da Saúde (PL), com 2.104 votos.

As novidades são Dr. Kachan Jr Coisa Linda, popularmente conhecido, mas seu nome é José Antonio Kachan Junior, filho do ex-vereador Kachan, é cirurgião dentista de profissão, casado e tem hoje 45 anos. Uma mulher aparece entre os vencedores. Trata-se de Quézia de Lucca, do PL, que teve 2.648 votos. Quézia é formada em Direito com MBA em Gestão de Pessoas. Ela tem 40 anos e irá se casar em breve. Fez amizade com o atual prefeito Luiz Fernando Machado há pouco tempo e chega à Câmara Municipal com merecimento e disposta a trabalhar por políticas públicas direcionadas à mulher. Outro nome novo é de Madson Henrique, do PSC, que recebeu 3.052 votos. Natural de São Luís do Quitunde, em Alagoas, tem 33 anos de idade, casado e é empresário. Quem também figura pela primeira vez na Câmara Municipal de Jundiaí é Daniel Lemos, do DEM, jovem e quem tem em seu reduto a região do Retiro, onde irá trabalhar e fiscalizar o Executivo nas questões da Saúde principalmente, mas um olhar atento para a educação, em toda a cidade. Lemos tem curso superior, mas não há detalhes da área especificamente. Ele recebeu 2.315 votos.  E um velho conhecido da população jundiaiense reaparece no Legislativo mais uma vez. Trata-se de Val Freitas, do PSC, que recebeu 1.649 votos. Enivaldo Ramos de Freitas, 57 anos, é administrador de empresas, pastor evangélico, já esteve na Câmara Municipal em outros momentos. Não representa uma novidade, mas sim uma figura que estava longe da Casa de Leis há algumas legislaturas.

 Várzea Paulista

A vitória para a prefeitura em Várzea Paulista ficou para o professor Rodolfo Braga, do PSDB, atual candidato da situação e do governo de Juvenal Rossi. São 11 vagas para o Legislativo e os contemplados foram os seguintes vereadores: DR Eliseu (PV), Mauro Aparecido (Republicanos), Valdecir Popular (PV), Adrianin do Varejão (PSB), Robertinho de Almeida (PSB), Giba Moraes (MDB), Luiz Ferreira Hulck (Republicanos), Elton Mecânico (Podemos), Dr. Chico Spinucci, Alex Godoi e Emerson Afonso.

 

Campo Limpo Paulista

O médico Dr. Luiz Braz (PSDB) volta a ser prefeito após dois mandatos na cidade. Ele é mais um dos Tucanos a vencer na região do AUJ. São 13 cadeiras e duas mulheres venceram. Tufão (Podemos), Tonico (DEM), Jura (MDB), Adriano Benedetti (PDT), Diego Ito (PP), Paulinha do Vitória (DEM), Professor JC (PTB), Tio Dionízio (PDT), Dr. Cleber Bueno (PSDB), Fernando do Transporte Escolar (PSDB), Dr. Gilberto (Patriota), Edão (PSD), Kesley Foresto (DC).

 

Itupeva

Marcão Marchi (PSD), o atual prefeito, foi reeleito e 13 vereadores escolhidos pelo povo: Primo do Hortensia (PSD), Lucas Fumacinha (Republicanos), Jota Junior (Solidariedade), Ana Paula Marciano (PSD), Edicarlos Candiani (PSD), Marcio Gallo (PSD), Ezequiel (PSDB), Isaque Messias (MDB), Cesar Farali (PSDB), Angelin Lorenção (PSDB), Duzinho (Republicanos), Salvador Philomeno (Podemos) e Dra Cícera Zanata (MDB).

 

Cabreúva

Antonio Carlos Mangini (PSDB) foi eleito para prefeito em Cabreúva e a composição da Câmara Municipal ficou dessa forma com 9 cadeiras efetivas: Vitor Camargo (Patriota), Marlúcia Valente (PSD), Giancarlo Gama (PSC), Devani Debone (PSDB), Nildo Pi (PSDB), Dra Fátima (Podemos), Du Oliveira (DEM), Marcelo Defendi (Solidariedade) e Carlinhos Oliveira (PTB).

 

Louveira

O candidato Estanislau Steck, do PSD, foi eleito pela primeira vez prefeito em Louveira. As 13 cadeiras serão ocupadas por: Marquinhos do Leite (PSDB), Tico da Colina (PSD), Helinho (PTB), Clodoaldo do Burch (Solidariedade), Leandro Lourençon (PSDB), Kaká Rodrigues (PDT), Priscilla Finamore (PTB), Marquinhos Deca (PSD), Fábio Borrieiro da Tapeçaria (PDT), Nilson Cruz (PSD), Laércio Neris (PTB), Nel da Van (PSD) e Nildo Redenção (PSC).

 

Jarinu

Depois de algum tempo, terminou o período dos clã Lorencini na política jarinuense. Débora Prado (PSD), afilhada política do ex-prefeito Vanderlei Gerez, derrotou a atual prefeita Eliane Lorencini (DEM) nas urnas. Mas as 11 cadeiras prometem equilíbrio de forças, pois quatro Lorencini estarão na Câmara Municipal.  São eles: Tom Lorencini (DEM), Professor Alessandro (PSD), Nino Lorencini (Patriota), João Lorencini (PSD), Cabelo (Republicanos), Eduardo Matias (Patriota), Eremirton Paraíba (DEM), Rogério Sapão (PSD), Marlene Lorencini (PSDB), Simone Gerez (PSDB) e Pastel (Republicanos).