Polícia

Indicadores da violência caem entre janeiro e novembro em Jundiaí

Indicadores como homicídio, furto e roubo caíram entre janeiro e novembro na comparação com 2019


Números sobre a violência no Estado divulgados na segunda-feira, pela Secretaria de Segurança Pública, mostram que alguns indicadores da criminalidade em Jundiaí caíram entre janeiro e novembro, na comparação com igual período do ano passado.

Até novembro, foram registradas 13 ocorrências de homicídios dolosos na cidade, o que representa queda de 51,86% em relação aos 11 meses de 2019. Porém, de outubro para novembro deste ano houve aumento. Foi de zero caso para um.

Ocorrências de furto recuaram 22,30% nos 11 meses de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 3273 casos contra 4212. Também houve redução, de 9,84%, de outubro para novembro. Os casos passaram de 356 para 321.

O roubo, tipo de crime em que o bandido usa algum tipo de arma para intimidar a vítima, caiu 21,94%, com as ocorrências passando de 980 nos 11 meses de 2019 para 765 neste ano. Comparando outubro com novembro de 2020, a queda foi de 2,71%. Os casos foram de 74 para 72.

Entre janeiro e novembro, foram totalizadas 402 ocorrências de furto de veículo em Jundiaí, o que significa recuo de 31,64% em relação às 588 registradas no mesmo período do ano passado. No entanto, de outubro para novembro de 2020 ocorreu aumento de 16% nos casos. Eles passaram de 25 para 29.

O roubo de veículo caiu 24,37% nos 11 meses de 2020 comparando com o mesmo período de 2019. Foram 270 ocorrências contra 375. Houve aumento de 22,72% entre outubro e novembro deste ano. Os casos foram de 22 para 27.

Cortada por importantes rodovias, Jundiaí teve queda de 33,34% nas ocorrências de roubo de carga entre janeiro e novembro em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 82 casos contra 123. Também houve queda, de 33,34%, de outubro para novembro. Os casos foram de nove para seis.