Polícia

Dona de imóvel é detida suspeita de matar inquilina idosa

Corpo da vítima foi encontrado sob a cama, pelos filhos, com marcas de violência no dia 13 de janeiro


Através de mandado de prisão temporária, a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) deteve, na quinta-feira, em Cabreúva, uma mulher de 34 anos, suspeita de ter assassinado uma idosa de 67, no bairro Vilarejo. O corpo da vítima foi encontrado pelos filhos, sob uma cama, no quarto da casa, onde era inquilina, no dia 13 de janeiro.

Como não conseguiam encontrar a mãe e suspeitavam de uma mensagem enviada do celular dela, que não escrevia bem, os filhos acionaram a Guarda Municipal de Cabreúva. Foram na casa dela. A encontraram sob a cama, no quarto, com lesões no corpo e uma sacola na boca. Perceberam que sua bolsa não estava, assim como o celular, e um saque de R$ 1 mil em sua conta-corrente.

Policiais civis da DIG estiveram no local e iniciaram as investigações, apurando que a idosa alugava o imóvel, que ficava nos fundos da residência da suspeita, e que teria ocorrido um desentendimento, porque um namorado da vítima estaria morando no local sem o consentimento da locatária. Durante a discussão, a idosa foi golpeada, não resistiu ao ferimento e morreu. No dia em que o corpo foi encontrado, o namorado, de 62 anos, foi encontrado no sofá, aparentando estar dopado.

Após as investigações, que incluíram ouvir testemunhas, análise de imagens de câmeras de segurança e verificação telefônica e bancária, a autoridade policial da DIG pediu ao Judiciário de Cabreúva mandados de busca e prisão temporária da suspeita.

Na manhã da quinta-feira, os policiais foram até sua casa, a detiveram e conduziram até a delegacia, onde teria confessado o crime. Após ser indiciada pela autoridade policial, suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte), ela foi encaminhada para a Cadeia Feminina de Itupeva, ficando à disposição da Justiça.