Geral

Comitê suspende corte de água até 30 de junho

Suspensão abrange residências e serviços essenciais, enquadrados no decreto relativo à pandemia


Na sequência das medidas de auxílio à população no período de pandemia do Novo Coronavírus, o prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado, coordenador geral do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), suspendeu o corte no fornecimento de água para as pessoas em situação de falta de pagamento. A medida é válida até o dia 30 de junho. A suspensão abrange as unidades consumidoras residenciais e os serviços essenciais, assim enquadrados pela Prefeitura Municipal nos decretos relativos à pandemia do COVID-19.

"A água é essencial, principalmente em situações de saúde pública, e em especial num momento em que as famílias estão dentro de suas casas e precisam fazer constantemente sua higienização intensificada relacionada com a infecção de COVID-19, além das tarefas do dia a dia. A suspensão do corte para aqueles que estão em situação de falta de pagamento - até este momento -, é essencial para possam manter os cuidados contra a doença, que se baseia na higiene e na restrição social, que pode impactar diretamente no rendimento das pessoas que trabalham de forma autônoma, por exemplo", ressalta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Para que não haja colapso no sistema de abastecimento de água e esgoto do município, a DAE Jundiaí solicita aos clientes que possuam condições que mantenham seus pagamentos em dia. Após esse período, a DAE Jundiaí irá oferecer possibilidades de negociações para quitar os débitos pendentes.

SEE ALSO ...