Geral

Colsan alerta para diminuição espontânea de doadores de sangue

Entidade vem realizando efetivo trabalho de convocação de doadores tradicionais por telefone


No mês de março de cada ano, a Associação Beneficente de Coleta de Sangue, a Colsan Jundiaí, costuma ter um fluxo normal de pessoas doando sangue para esta instituição, responsável por atender hospitais de Jundiaí e da microrregião como Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Itupeva, além da cidade de Itatiba. Porém, com a pandemia do Coronavírus-Covid-19 a rotina está um pouco alterada segundo o médico hematologista e gerente João Augusto Fernandes Gonçalves. Segundo ele, houve uma queda de 50% da coleta por parte do que eles chamam de doadores voluntários, 'mas a Colsan passou a utilizar de estratégias que vem dando resultados satisfatórios' como a convocação dos doadores por telefone. Mas a melhor notícia de que há atualmente um estoque significativo de sangue. "Não estamos desabastecidos, embora saibamos que 70% do nosso estoque é oriundo dos doadores voluntários, não podemos contar com muitos deles neste momento de isolamento social, tivemos uma preocupação prévia de estocar de forma regulada, já que as hemácias duram cerca de 35 dias em geladeira", relata.

O  especialista adiantou ao JC que a Colsan fez uma programação anterior a essa pandemia e convocou tradicionais doadores como empresas CCR AutoBan, Astra, Corpo de Bombeiros, 12º GAC, drogarias de rede, igrejas e clubes, a fim de que não houvesse falta e afirma que continua recorrendo a esses doadores fiéis. "Essas instituições são as consideradas doadoras de campanhas e de fato tivemos uma queda importante dos doadores voluntários desde a semana passada, algo em torno de 50% e nossa expectativa para as duas próximas semanas em relação a este público é muito ruim, vamos continuar com o trabalho telefônico", explica.

Dr. João Augusto afirma que a convocação por telefone com agenda marcada tem funcionado neste período. "Tem surtido efeito pois as pessoas vem em nossa unidade, fazem o cadastro, triagem, entrevista e aí realizam a doação num tempo menor do que em dias normais, permanecendo menos tempo na unidade". 

A Colsan atende de segunda a sábado das 7h30 às 12h30 (exceto feriado), de segunda a sábado, na  Rua XV de Novembro, 1848, com estacionamento gratuito na Avenida dos Ferroviários, 2.100. O médico faz um apelo para aqueles puderem e tiverem interesse em ajudar o banco de sangue neste momento complicado, podem ligar no telefone: (011) 4521-4025 e agendar o horário para doar. "Sempre lembramos que a pessoa interessada precisa estar em ótimas condições de saúde para ser um doador".  

SEE ALSO ...