Variedades

Exposição homenageia o Carnaval Paulista no Solar do Barão

Abertura contará com a participação da bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé


O Museu Histórico e Cultural Solar do Barão recebe nesta segunda-feira (25), às 19h, a exposição "Da África ao Anhembi: uma trajetória do Samba Paulista". A mostra inédita contará com fotos de Mário de Andrade e Claude Lévi-Strauss e autores desconhecidos, instrumentos musicais, documentários e entrevistas, discos e CDs com os sambas-enredo, além de livros, jornais e revistas, que contam a História do Samba no Estado de São Paulo. A abertura da exposição contará com a participação da bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé, atual bicampeã do Carnaval paulistano.

Com a curadoria de Fernando Baggio, diretor técnico da Acadêmicos, e montagem do carnavalesco Wagner Santos, a exposição propõe aos visitantes um percurso em sete ambientes, com início sobre a influência africana do samba, com acervo de peças centenárias. O percurso segue sobre o fortalecimento de Pirapora do Bom Jesus como grande centro carnavalesco do interior e surgimento dos cordões na capital.

A trajetória parte para um retrato do surgimento das primeiras escolas de samba e a institucionalização do carnaval paulistano. A mostra conta também com um espaço reservado a homenagear os principais nomes do assunto, os pavilhões de todas as escolas paulistanas, uma sala sobre o Carnaval Jundiaiense e a taça de campeã do Carnaval 2018.

A exposição terá também como instalação as peças do carro alegórico "Lendas e Assombrações do Maranhão", para que os visitantes possam experimentar a sensação de participar de um desfile. Para isso, também o corredor dos jardins do Solar será pintado de cinza com faixas amarelas, simulando a passarela do samba do Anhembi.

A mostra gratuita fica no Museu até o dia 29 de março. O Museu fica na rua Barão de Jundiaí, 762, Centro, e funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4521-6259. Até a abertura da mostra, o Museu permanece fechado para montagem. Os jardins seguem abertos.

SEE ALSO ...