Variedades

Exposição de Presépios marca reabertura do Solar do Barão

O local estava fechado preventivamente desde maio, para reforma


A noite do aniversário de 363 anos de Jundiaí contou com a reabertura do Museu Histórico e Cultural - Solar do Barão, que estava fechado preventivamente desde maio deste ano para uma reforma que contemplou seu sistema elétrico, iluminação, pavimento e telhado. Com várias áreas comprometidas, a decisão por fechar foi tomada levando-se em conta a responsabilidade em disponibilizar um espaço seguro tanto para o acervo nele abrigado, quanto para funcionários e visitantes que circulam pelo local.

O Museu teve reforma completa do telhado, passou pela limpeza e higienização do seu pavimento, ganhou sistema permanente de som e teve toda a sua iluminação substituída por lâmpadas de LED, que consomem 90% menos energia e não dissipam calor. Tanto os jardins quanto a fachada do Museu passam a ser iluminadas por sistema automatizado.

O prefeito Luiz Fernando Machado enalteceu o empenho dos servidores das Unidades de Cultura e Infraestrutura e Serviços Públicos, que evitaram, por fim, gastos maiores aos cofres públicos apenas com a utilização de mão-de-obra própria. "Ao constatar o estado em que se encontrava o Solar do Barão, tivemos de tomar uma decisão difícil, porém, tomada com responsabilidade, que foi a de manter fechado o museu durante todo esse tempo", reflete Luiz Fernando.

O Coral Astra e o trio Bem-te-vi se apresentaram na noite de abertura. Para celebrar ainda mais a ocasião, também teve início a tradicional Exposição de Presépios natalinos, com direito a homenagem aos dois expositores mais antigos: Laércio Tetto, de 78 anos e Idalina Periotto Cerioni, a dona Nina, de 95 anos.

VEJA TAMBÉM...