Polícia

Polícia Civil de Louveira prende entregador suspeito de estupro

Os policiais conseguiram encontrar as roupas usadas pelo suspeito, que depois foi preso


Após uma vítima de estupro denunciar o ataque que sofreu, policiais civis de Louveira reuniram provas contra o suspeito, que foi preso.
Depois de sair de casa de moto para trabalhar, uma mulher de 29 anos foi abordada por um desconhecido, que a ameaçou com uma faca, subiu na
garupa e mandou seguir até uma casa em construção, no bairro Capivari, onde a estuprou, após amarrá-la.

Devido à dinâmica dos fatos, policiais civis desconfiaram que o autor conhecia a construção, pois levou a vítima até o local, podendo ser um pedreiro ou alguém que fazia entregas no local.

Os policiais pediram apoio à Guarda Municipal de Louveira, que forneceu imagens do sistema de monitoramento. Na sequência, os policiais mostraram uma imagem ao pedreiro da obra, que reconheceu um entregador de materiais de construção de uma loja da cidade. Indagado, o funcionário da loja confessou o estupro e disse que havia jogado as roupas que usava no lixo. Como a coleta de lixo atrasou, os policiais encontraram as roupas sujas de areia. O entregador de 26 anos foi preso e conduzido ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, ficando à disposição da Justiça.

SEE ALSO ...