Polícia

Pai é preso suspeito de torturar e matar a filha de dois meses

Ele estava estressado com o choro da filha. A mãe presenciou as agressões


Um jovem de 18 anos foi detido em Itatiba, por policiais militares, suspeito de torturar e matar a filha de dois meses.

Uma equipe compareceu na Santa Casa de Misericórdia para averiguar maus-tratos, pois uma menina de dois meses havia morrido, após dar entrada com parada cardiorespiratória, hematomas no tórax e costas e fraturas no corpo.

Os PMs questionaram o pai, um jovem de 18 anos. Ele alegou que a filha havia caído, enquanto a mãe, de 17 anos, disse que encontrou a criança no colo do pai sendo sufocada e que não pode fazer nada, porque foi ameaçada pelo marido. Depois, o pai admitiu que agrediu a filha, para que ela parasse de chorar, porque não sabia o que fazer.

O jovem foi preso em flagrante, suspeito de tortura seguida de morte. A mãe foi ouvida e depois liberada, pois não foram recolhidas provas suficientes de que ela teria participado das agressões.

VEJA TAMBÉM...