Polícia

Detento do CDP é suspeito de matar namorada durante visita íntima

Detentos disseram que a jovem havia caído do beliche de concreto


Um detento de 25 anos, de Bragança Paulista, que está no CDP de Jundiaí é suspeito de agredir e matar a namorada, por razões ignoradas, na tarde de domingo, durante o período de visita íntima.

Segundo o Boletim de Ocorrência, agentes penitenciários do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Jundiaí, perceberam que uma das visitas não havia deixado o local, após o período de visitas intimas.

Em seguida, os detentos do pavilhão três solicitaram socorro e trouxeram na maca uma mulher ensanguentada, com o rosto e cabeça bastante machucados. Indagados sobre o que havia ocorrido, os detentos disseram que ela havia caído da terceira cama do beliche de concreto, que fica dentro da cela, conhecida como "terceirinha", onde ocorrem as visitas íntimas aos presos.

A estudante de 22 anos foi socorrida ao Hospital São Vicente de Paulo mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

VEJA TAMBÉM...