Polícia

Canil da GM participa de Congresso Internacional no Rio

GM Martins, médica veterinária, palestrou pela primeira vez em um Congresso


Para ampliar os conhecimentos já adquiridos, e atualizá-los permanentemente para que assim possam continuar oferecendo serviços com muita seriedade e profissionalismo, características que tornam referência o trabalho do Canil da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) em todo o país, a GM Martins, acompanhada dos GMs Silva, Odirley, Ícaro e Calixto, esteve no Rio de Janeiro para participar do 2º Congresso Internacional de Cães de Polícia e Trabalho, realizado no Parque da Cidade Barra Mansa - Sala de Espetáculos Tulhas do Café.

Entre as raças treinadas para os procedimentos operacionais de segurança pública estão os labradores, os pastores belga Malinois e alemão. Nos grandes centros, os cães de trabalho são usados em operações de busca, também para apreensão de drogas e armas, além de procedimentos de localização a vítimas de acidentes, como desabamentos, alagamentos, e outros que venham a exigir a mobilização imediata de todos os envolvidos.

Para o inspetor Alceu Marestoni, chefe do Canil, a experiência foi muito significativa e enriquecedora para a troca de experiências entre os agentes de segurança pública, uma vez que estiveram presentes centenas de representantes de instituições daquele Estado e também de outros países. "Ao completar 15 anos de criação, o Canil da GMJ reúne profissionais cada vez mais especializados, com os cães de trabalho treinados diariamente para estar nas ruas com muita precisão e eficiência no combate à violência e criminalidade. Participar de mais um evento com esta dimensão permite que avancemos em nossas ações, sempre com muita efetividade e bons resultados", destacou o graduado.

Convidada e palestrando pela primeira vez durante um Congresso, a GM Martins é médica veterinária e cinotécnica na área de segurança. "Abordei um tema muito importante e necessário para que se tenha mais profissionais mulheres atuando neste setor específico: A Evolução da Mulher na Cinotecnia. Fui a única a me apresentar explanando sobre este conteúdo que faz parte da nossa rotina diária, os conhecimentos que devem ser adquiridos por agentes de segurança pública para desenvolver técnicas de utilização dos cães em diversas modalidades, principalmente no que se refere ao emprego policial dos mesmos. Não é por preconceito que as profissionais de segurança pública não atuam neste setor especializado, talvez por falta de interesse ou mesmo conhecimento. O aperfeiçoamento deve ser uma constante para todo profissional", declarou a GM Martins.

SEE ALSO ...