Geral

Jundiaí registra 1.471 casos suspeitos de dengue

Este número é referente ao período compreendido entre 01 de janeiro e 18 de abril


Jundiaí registrou 1.471 casos suspeitos de dengue, entre 01 de janeiro e 18 de abril. Apesar do número elevado, o sistema de atenção básica de saúde do Município tem garantido o atendimento e o acompanhamento dos casos, com oferta de exames, quando indicado. As iniciativas fazem parte da vigilância em saúde.

Uma das UBSs que tem acolhido usuários com queixas de dores no corpo, febre alta repentina, dores nas articulações e no fundo dos olhos é a do Jardim São Camilo, que registra 139 casos positivos de dengue. "Nas últimas semanas percebemos um aumento gradual no número de casos suspeitos (cerca de 30 por dia). Muitos chegam encaminhados para acompanhamento a partir de Pronto Atendimento. Outros, direto em busca de acolhimento com a equipe, que tem trabalhado para minimizar o tempo de espera e oferecer o melhor atendimento para a população", comenta a enfermeira da UBS São Camilo, Saionara Bispo Machado.

Uma das ações, visando maior conforto aos moradores, foi a realização do exame laboratorial pela própria cidade. Até o ano passado, os exames eram colhidos e encaminhados para laboratórios do Estado, que demoravam até 30 dias para o retorno do resultado.

Em cada caso suspeito, uma série de ações é desencadeada pelas equipes de saúde, como a investigação e a orientação, seguidas, se necessário, por ações complementares de eliminação de criadouros e bloqueio. Nesta semana as ações contra o mosquito transmissor da dengue estão direcionadas para as regiões dos bairros Vila Arens, Jardim do Lago e Vila Hortolândia.

SEE ALSO ...