Geral

PÓS ADOLESCÊNCIA


       Ela já não brinca de boneca, não sonha mais ser heroína dos filmes da Disney, não suspira por príncipes encantados (só não quer sapos). Mas ainda se assusta.

       Assusta-se em ver que muitas amigas de poucos anos atrás dispersaram, mudaram, sumiram, casaram. Restaram poucas, com a mesma alegria insegura de novos e desconhecidos tempos, olhando para a frente mas buscando ainda os antigos sonhos.

       Assusta-se porque seus pais a lembram a todo instante de novas responsabilidades, agora que a faculdade está acabando e as festas acadêmicas ficaram nas ressacas das bebidas baratas e nas baladas curtidas com todo o vigor e desejo.

       Arrumou trabalho. Mora fora e às vezes acorda de madrugada, sem se queixar por fora mas já cansada por dentro, porque sente que tudo o que virá vai mexer com sua vida, com seu futuro, com suas perspectivas - que são muitas, são complexas, por vezes conflitantes e inconciliáveis. Mas quer e precisa vencer: não para provar nada para os outros, é o que diz a si mesma, mas confiante na aprovação dos pais, dos irmãos, das amigas, do namorado, de todos em seu entorno; não liga para nada nem ninguém, é feminista e tem atitude, mas ainda se encanta com gentilezas, com a porta do carro que lhe abrem, com a preferência ao entrar no elevador, tudo a lembrar costumes antigos e ultrapassados, mas que a faziam sentir-se segura como as canções de ninar de sua mãe e os conselhos arcaicos do pai.

       A idade adulta chegou sem pedir licença. O que era longe está a seus pés e não vai aceitar adiamentos. Vai trilhar os caminhos de sua irmã, no inverno sem trégua do país distante ao norte? Ou vai tentar a vida no país europeu cuja língua domina e que é seu objeto de desejo desde sempre? Tudo está por vir, filha querida. E o que vier virá bem, como acontece com todos que se preparam e fazem o que sempre quiseram fazer. Não deixe nunca seus sentimentos de criança, mas tenha doravante a força e energia de quem logo estará por sua conta e risco. Como todos os pós adolescentes. 


SEE ALSO ...