Geral

Linha 942 volta ao itinerário original na segunda (20)

Desta forma, a linha deixa de operar pelas avenidas Luís Scavone e pelo complexo viário


A Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) informa que a partir de segunda-feira (20), a linha 942 (Terminal Eloy Chaves - Terminal Central) retornará ao itinerário original devido ao término das obras no Viaduto das Valquírias. Desta forma, a linha deixa de operar pelas avenidas Luís Scavone e pelo complexo viário.

O itinerário voltará a passar pelos antigos pontos de parada na rua Elias Juvenal de Mello, na avenida Professora Maria do Carmo Guimarães Pellegrini (marginal norte da Rodovia Anhanguera) e rua Eugênio Lacerda, seguindo até o Terminal Eloy Chaves. Não haverá alteração nos horários de partida da linha.

Linhas universitárias

Também a partir de segunda-feira (20), as linhas universitárias serão identificadas pelo código 4, passando a operar como paradoras. Assim, os usuários poderão realizar embarques e desembarques em qualquer ponto de parada dos itinerários, ou seja, as linhas servirão não apenas aos alunos das instituições de ensino, mas toda a população.

A nova linha 410 (Terminal Vila Arens - Universidade Paulista) substituirá a linha 901 por meio da Legenda A (via Avenida União dos Ferroviários), atendendo a FATEC e Faculdade Anhanguera. A linha 910 será substituída pela Legenda B (via Terminal Central e Rua do Retiro).

Já a nova linha 420 (Terminal Central - Unianchieta) substituirá a linha 902, e a nova linha 430 (Terminal Central - ETECVAV) substituirá a linha 904. Ambas passarão a operar com itinerário atendendo a Avenida Nove de Julho, podendo também ser acessadas por quaisquer usuários.

A linha 712 (Terminal Vila Arens - Jardim Guanabara) passará a operar no trecho entre os Terminais Vila Arens e Central de forma paradora, em ambos os sentidos, atendendo os pontos de parada existentes nas ruas Bom Jesus de Pirapora, da Saúde, Baronesa do Japi e toda a região do bairro Vianelo. A UGMT reforça que não haverá alterações dos horários realizados atualmente em nenhuma das linhas.

SEE ALSO ...