Geral

Jundiaí inicia tratativa para parceria de irmandade com o Líbano

Objetivo é criar parcerias estratégicas, com intercâmbios comerciais e culturais


O prefeito Luiz Fernando Machado se reuniu, nesta quarta-feira (28), com o cônsul do Líbano em São Paulo, Rudy El Azzi, e entregou um documento que sugere a formalização de uma irmandade entre as cidades de Jundiaí e Zahle. "Nosso objetivo é criar oportunidades para parcerias estratégicas de desenvolvimento entre os municípios, com intercâmbios não só comerciais, mas também culturais", afirmou o chefe do Executivo.

Luiz Fernando falou sobre o protagonismo de Jundiaí e de outras cidades do Interior na produção de riquezas no Estado, o que pode gerar o interesse de investidores libaneses e de outros países árabes. "Estamos em um grupo de cidades paulistas que, juntos, têm o 37º maior PIB do mundo. Nosso município é referência nacional em saneamento básico e nossa localização é estratégica, ou seja, temos tudo o que uma empresa busca quando decide investir", completou.

O cônsul, por sua vez, lembrou que esteve no Município recentemente para participar de um evento do "Exporta +Jundiaí", promovido pela Assessoria de Cooperação Internacional. "Deu para notar que a cidade é muito organizada e bonita. Temos total interesse em estreitar os laços porque está entre os nossos objetivos fazer do Líbano um importante intermediador de relações comerciais no mundo árabe", comentou Rudy.

Também presente ao encontro, o assessor municipal Carmelo Paoletti Neto explicou que a escolha por Zahle para se tornar cidade-irmã de Jundiaí teve como parâmetro as semelhanças entre os municípios. "Ambas se destacam pela presença de vinícolas e pela produção de vinho. Além disso, assim como Jundiaí, a cidade libanesa tem uma localização estratégica bem próxima da capital", destacou.

SEE ALSO ...