Geral

IPTU eletrônico: inscrição é prorrogada até o dia 10

Contribuinte receberá via e-mail todas as opções de pagamento


A Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF) prorrogou, até o próximo dia 10 de dezembro, o prazo para os contribuintes que possuem imóvel em Jundiaí se cadastrarem no portal da Prefeitura para receber os boletos de pagamento do IPTU 2019 por e-mail. O cadastro pode ser feito no link https://jundiai.sp.gov.br/servicos-online/lancamento-eletronico-do-iptu/.

O IPTU eletrônico foi desenvolvido pela prefeitura, por meio da Companhia de Informática de Jundiaí (CIJUN), para facilitar a vida do contribuinte. Desta forma, o dono do imóvel receberá o boleto em seu e-mail e não vai ficar dependendo da entrega do carnê pelos Correios, como todos os anos.

Quem optar pelo recebimento via e-mail irá receber o carnê completo, com todas as opções de pagamento (parcelas únicas com 3 opções de descontos ou parcelamento em até dez vezes, a depender do valor da parcela).  O novo modelo do IPTU eletrônico foi instituído no Código Tributário do Município e regulamentado pelo Decreto 27.251/17.

O envio eletrônico dos boletos do IPTU integra o pacote de serviços de e-Gov da Administração, cujo principal objetivo é simplificar e agilizar os serviços públicos e os meios de pagamento de tributos. Desde o ano passado, os contribuintes municipais já podem realizar o pagamento de forma segura do IPTU utilizando o portal da Prefeitura para acessar o seu home banking. O serviço está disponível para os contribuintes que possuem conta bancária no Itaú, Santander, Bradesco e Banco do Brasil.

O gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, destaca a segurança do sistema bancário do País nas transações feitas online. "Além disso, quem paga pela internet, sem a expedição de guias, não precisa se deslocar, o que gera outra economia para o contribuinte", aponta. Ele lembra que esse tipo de pagamento é bastante utilizado pela União e pelos Estados.

Após o dia 10 de dezembro, o cadastro continuará disponível para os interessados. No entanto, quem fizer o requerimento após esta data receberá os boletos via e-mail somente a partir de 2020. "A medida também gera economia de recursos para o Município, uma vez que cerca de 40% dos contribuintes pagam o IPTU em parcela única para aproveitar os descontos concedidos", completa Parimoschi.

SEE ALSO ...