Geral

FMJ atende portadores de vitiligo nesta terça, entre 11h e 13h

A causa ainda é desconhecida, mas existem tratamentos para ajudar


Para celebrar o Dia Mundial do Vitiligo, nesta terça-feira (25)entre 11h e 13h, os dermatologistas e alunos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) vão atender e orientar especificamente os portadores de vitiligo no ambulatório da instituição de ensino, na Vila Arens. O objetivo é cadastrar e agendar atendimento posterior para estas pessoas se tratarem. "A ideia é acabar com o preconceito, mostrando que a doença não é contagiosa e não traz prejuízos a saúde física", comenta o dermatologista e coordenador da campanha, Paulo Cunha.

O vitiligo é uma doença que causa a perda de pigmentos e manchas na pele. Em todo o mundo, cerca de 1% da população possui vitiligo e, no Brasil, o índice é de 1,5%, ou quase 2,9 milhões de pessoas. Apesar de ainda ter causa desconhecida, existem alguns tratamentos disponíveis para ajudar a restaurar a cor ou o tom de pele. Vale lembrar que esses procedimentos são demorados e exigem paciência. As lesões provocadas pela doença impactam significativamente na qualidade de vida e na autoestima do paciente.

De acordo com os organizadores, não existe necessidade de agendamento prévio. O Ambulatório de Especialidades da Faculdade de Medicina de Jundiaí fica na rua Francisco Telles, 222 - Vila Arens, Jundiaí - SP.

SEE ALSO ...