Esportes

Atleta de Jundiaí é esperança de medalha no Pan

Rudá Franco é um dos artilheiros da renovada seleção de pólo aquático


O pólo aquático masculino do Brasil também planeja garantir a vaga olímpica para Tóquio em 2020 e, para isso, a seleção busca o título da competição nos Jogos Pan-Americanos.

A estreia da modalidade será neste domingo (4) e o Brasil pega de cara os anfitriões do Pan: os peruanos. Segundo o atleta jundiaiense, hoje jogador do Sesi/SP, Rudá Franco, também padrinho e coordenador do projeto esportivo e social de pólo aquático da Associação Aquática Jundiaí (AAJ), a seleção brasileira está bem preparada e a meta é conquistar o título, a medalha de ouro, que escapou quatro anos antes, no Pan de 2015. "Temos que ir degrau por degrau, passar em primeiro do grupo, vencendo todos os adversários para depois crescer na fase mata mata. Nossa meta é conquistar a vaga para Tóquio 2020 e para isso precisaremos ser campeões. Em 2011 fomos bronze e em 2015, prata", ressalta Rudá.

Outras forças no masculino são EUA, Canadá, Porto Rico e Cuba.

SEE ALSO ...