Economia

Tarifas de ônibus serão reajustadas a partir de domingo (28)

A Administração deverá arcar, em 2019, com cerca de R$ 23 milhões referente ao subsídio


A Prefeitura de Jundiaí informou que, após amplo estudo realizado com base no equilíbrio econômico e financeiro do contrato de concessão que regula o valor da tarifa de remuneração, presente no Decreto Municipal nº 19.153 de 2003, realizará, a partir do próximo domingo (28), uma atualização no valor dessa tarifa.

O valor passará a ser de R$ 2,10 para estudantes que utilizam o Bilhete Único, R$ 4,20 para o passe comum e R$ 4,70 para o vale-transporte. Para quem optar pelo pagamento em dinheiro, o valor será de R$ 4,60. A tarifa social a R$ 1 no primeiro e terceiro domingos de cada mês segue mantida. Também permanecem a gratuidade para idosos a partir de 65 anos e pessoas com deficiência.

O reajuste em Jundiaí foi de 4,5% no valor para pagamento em dinheiro. Em Campo Limpo Paulista, o reajuste foi de 9% e em Valinhos, 11,9%. Mesmo com a atualização, a Administração deverá arcar, em 2019, com cerca de R$ 23 milhões referente ao subsídio do transporte coletivo.

O custo com diesel, segundo maior peso das tarifas de ônibus, subiu ao longo dos últimos 20 anos 264,4% a mais que a inflação pelo IPCA - Índice de Preços ao Consumidor - Amplo, de acordo com informações da NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos.

 

Bilhete Único

Em Jundiaí, mesmo com a atualização, o valor do passe comum no Bilhete Único ficou abaixo de vários municípios, como Campinas (R$ 4,30), Valinhos (R$ 4,70), Santo André (R$ 4,75), São José dos Campos (R$ 4,30) e Sorocaba (R$ 4,40).

 

VEJA TAMBÉM...