Economia

Idosos: 43% respondem pelo sustento da casa

Dados são da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito


Um estudo feito pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) constatou que 21% dos idosos aposentados continuam exercendo algum tipo de atividade remunerada. Segundo os autores do estudo, uma das principais razões do fenômeno é o fato de a renda não ser suficiente para pagar as contas - é o que afirmam 47% dos entrevistados.

De acordo com a pesquisa, no Brasil, sete em cada 10 idosos são beneficiados pela aposentadoria atualmente. Além da questão financeira, entre os que têm mais de 60 anos e ainda exercem alguma atividade remunerada, 48% disseram que querem se sentir produtivos nessa fase da vida e 46%, que buscam manter a mente ocupada.

Segundo o estudo, boa parte dos lares conta com a renda de familiares com mais de 60 anos. Nove em cada 10 idosos (91%) contribuem financeiramente com o orçamento, sendo que 43% são os principais responsáveis pelo sustento da casa.

O SPC diz que os dados refletem um novo cenário com o aumento da expectativa de vida no Brasil e ressalta que planejar a aposentadoria pensando na renda que virá com o INSS é arriscado no contexto atual no país. De acordo com a entidade, o valor médio do benefício concedido raramente é suficiente para cobrir despesas não previstas, como gastos com remédios e plano de saúde.

SEE ALSO ...